quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016
317079012432085949
Que ou quê?
http://www.ulige.com.br/2016/02/que-ou-que.html

Assim como os "porquês", os "quês" também têm usos diferenciados. Entenda!
Assim como os “porquês” (leia sobre aqui), os “quês” também têm usos diferenciados.

Usa-se quê, com acento, quando:

1. For um substantivo, isto é, quando há sentido de alguma coisa, qualquer coisa, certa coisa. Geralmente é precedido de um artigo ou numeral. Exs.: “Encontrei onze quês numa só frase”; “Há um quê difícil de definir nessa questão”.

2. For uma interjeição, ou seja, quando expressar espanto, perplexidade, impaciência, contrariedade, raiva, admiração etc. Exs.: “Quê?! Impossível”; “Quê! Você por aqui?”.

3.  Estiver no final de frase, antes de um ponto (final, interrogação ou exclamação) ou de reticências. Ex.: “Você precisa de quê?”; “Ele me chamou não sei para quê”.

4.  Nas locuções: “como quê”; “não há de quê”; “não sei quê”; “sem quê nem pra quê”; “um quê”; “um não sei quê”.

que é utilizado nos demais casos, podendo assumir a função de pronome, advérbio, preposição, partícula de realce ou conjunção coordenativa.


https://www.blogger.com/profile/14657032355176316743
ulige
2016-02-24T13:30:00-03:00
Discursiva Nathália Lippi

Nenhum comentário:

Postar um comentário