quarta-feira, 11 de maio de 2016

quarta-feira, 11 de maio de 2016
5655543797528615390
A vírgula do vocativo
http://www.ulige.com.br/2016/05/a-virgula-do-vocativo.html

Um esquecimento recorrente, infelizmente!


Já falei sobre a importância do uso da vírgula do vocativo em outro post (leia aqui), mas digo novamente porque o erro é recorrente.

Vocativo: palavra ou expressão usada para chamar ou interpelar uma pessoa.
Exemplos:  Maria, quero falar com você. / Ó de casa, posso entrar?

Podendo estar no início, no meio ou no fim de uma oração, o vocativo fica obrigatoriamente separado dos outros termos por vírgula. Isso ocorre porque sem ela o significado por ser alterado.

É o caso do quadrinho acima. Se o pedido de socorro usasse a bendita vírgula, certamente seria atendido como esperado. Sem a vírgula, o sentido foi alterado, e o policial de fato ajudou o ladrãozinho.

Portanto, “ajudem, um ladrão” é diferente de “ajudem um ladrão”. Sim, uma simples vírgula pode salvar ou condenar alguém.
            
https://www.blogger.com/profile/14657032355176316743
ulige
2016-05-11T13:30:00-03:00
Discursiva Nathália Lippi

Nenhum comentário:

Postar um comentário