quinta-feira, 27 de outubro de 2016

quinta-feira, 27 de outubro de 2016
8507857361695929305
5 lugares para conhecer em Belém
http://www.ulige.com.br/2016/10/5-lugares-para-conhecer-em-belem.html
Conheça um pouco do norte do Brasil <3
Como agora você já sabe que Norte é diferente de Nordeste, que lá tem uma diversidade bonita de cantores e que sua música não é composta apenas de Banda Calypso e Gabi Amarantos (não querendo desmerecê-los), vamos então para nossa listinha de lugares para conhecer em Belém.

Complexo Ver-o-Peso: é um complexo arquitetônico e paisagístico tombado pelo IPHAN, em 1977, e compreende uma área de 35 mil metros quadrados, com 8 construções históricas. Eu vou destacar as que considero mais interessantes vocês conhecerem.
Mercado da Carne (Francisco Bolonha): O mercado que faz parte do complexo Ver-o-Peso foi construído em meados 1800 (em pleno ciclo da borracha) nos moldes da arquitetura europeia, vale ressaltar que quando foi inaugurado em 1867 ele era inteiramente de alvenaria, porém com o grande fluxo de mercadores e mercadoria sua estrutura não estava mais suportando, foi quando decidiram criar o Mercado do Peixe, esse novo mercado foi todo construído em ferro fundido, possuindo quatro torres em seus cantos, uma em cada canto.

 Mercado da Carne

Mercado do Peixe


 Estação das Docas: É um complexo turístico e cultural, inaugurado em 2000. Vale ressaltar que anteriormente o local era parte do Porto de Belém. Além de bares, restaurantes e lojas de suvenires, dentro da Estação das Docas existe uma exposição permanente sobre achados arqueológicos do período de construção do local e uma das vistas mais lindas do pôr do sol da cidade.




Bar Meu Garoto: Esse bar é fantástico! Lá são servidas as mais diversificadas cachaças que você já viu na vida, de café, abacaxi e, claro, das especiarias locais, como jambu (uma erva típica da região norte do Brasil, mais precisamente do Pará, sendo originária da América do Sul, de acordo com o Dicionário de Ervas) cupuaçu e bacuri.



Ilha do Combu: É um lugar mágico, a ilha fica às margens do rio Guamá, próxima à capital paraense. Ao atravessar o rio de barco, em 15 minutinhos você está lá, a travessia custa R$ 4,00, e os restaurantes costumam ficar aberto até as 19 horas. Gente, quase esqueci de comentar, o artista plástico paraense Sabá Tapajós fez um trabalho de grafitagem nas palafitas (casas dos ribeirinhos) da ilha, então, além de está em contato com a natureza, vocês podem desfrutar da beleza da arte do projeto dele.



Parque Mangal das Garças: O Mangal das Garças foi criado em 2005, é resultado da revitalização de uma área de cerca de 40.000 m², fica situado às margens do rio Guamá, bem no centro histórico de Belém. O que antes era uma área alagada com extenso aningal transformou-se em mais um belo recanto de Belém.


Texto por: Bruna Antunes
https://www.blogger.com/profile/14657032355176316743
ulige
2016-10-27T12:30:00-02:00
Belém Bruna Antunes Dicas Viagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário