quarta-feira, 21 de junho de 2017

quarta-feira, 21 de junho de 2017
8075823685963841666
5 livros que carregam toda a essência e beleza de um introvertido
http://www.ulige.com.br/2017/06/5-livros-que-carregam-toda-essencia-e.html

Uma pequena lista com alguns dos muitos livros que carregam dentro de si toda a essência e beleza de um introvertido

De acordo com o estudo da psicologia, ser introvertido consiste em ter a tendência de guardar dentro si todas as emoções sentidas. E se assim é, esse mundo mais fechado encontra outras portas e outros caminhos através dos livros. 

Estar rodeado de tantas histórias, faz com que os mais quietos possam ser exatamente quem eles quiserem ser. Os escritores, criaturas com poderes mágicos, conseguem criar com exatidão essa ponte entre a socialização e o sossego em outro lugar. 

Mas se às vezes pode ser gostoso viver uma vida mais agitada na pele de um personagem favorito, também é verdade que ver as suas próprias tendências refletidas em outro protagonista, traz uma sensação de conforto. Como se olhar em um espelho, ler um livro onde encontramos gente como a gente, reafirma a ideia de que está tudo bem em sermos quem somos.

Para exemplificar isso, segue uma pequena lista com alguns dos muitos livros que carregam dentro de si toda a essência e beleza de um introvertido:



O grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald 

Talvez você tenha visto o filme e se recorde da imensa festa que decorre em volta da obra, mas engana-se quem pensa que é apenas isso. É muito provável que Gatsby se trate de um livro que representa muito bem como é ser introvertido em um mundo extrovertido. A representação disso é feita através de Jay e o narrador, Nick.








Jane Eyre, Charlotte Brontë 
Quebrando paradigmas e criticando a realidade vitoriana da época, Jane Eyre, embora seja uma personagem quieta e pouco intrusiva, desafia o destino imposto às mulheres e as posições sociais que elas deveriam ocupar. Pessoas importantes, como o senhor Rochester, se transformam em um porto seguro quando o medo de mudanças atinge Jane.






Tudo depende de como você vê as coisas, Norton Juster 
Nesse clássico infantil, Milo, o garoto que não vê graça em coisa nenhuma, faz uma viagem durante a qual não passa por nenhum lugar-comum. Ele conhece, por exemplo, uma cidade cuja economia se baseia na produção e no comércio de palavras. E, embora talvez ele não seja um dos personagens mais introvertidos, o livro nos mostra a beleza de um mundo interior que pode ser tão rico.






Persuasão, Jane Austen 
Persuasão, o último livro escrito por Austen, nos traz a história de Anne Elliot, uma moça que "fora obrigada a ser prudente na juventude, e aprendera o romantismo à medida que envelhecia: a sequela natural de um começo antinatural". Anne é uma das heroínas mais reservadas da escritora Jane, e sua vida representa uma mulher que consegue permanecer fiel ao seu passado e, ainda assim, pensar em um futuro feliz.






A fantástica vida breve de Oscar Wao, Junot Díaz 
Oscar Wao, um personagem que vive cercado de livros e histórias de ficção científica, é um gordinho nerd que mora em Nova Jersey. Humilhado pelos colegas de escola e tendo a sua vida sendo observada por Junior, um extrovertido nato, Wao deseja encontrar um grande amor e se tornar o primeiro J.R.R. Tolkien latino. O resultado de suas vontades e ações acabam no desenrolar de um verão fatídico, que ele deliberadamente decidiu que seria o seu último.




Fonte: HuffPost Brasil.
Foto de capa: Freestocks.

Por Clique Cultural.
https://www.blogger.com/profile/14657032355176316743
ulige
2017-06-21T13:30:00-03:00
Clique Cultural Comportamento Literatura Livros

Nenhum comentário:

Postar um comentário